Carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

Fique por dentro

Há mais de 10 anos superando expectativas...

Solicite sua proposta

Assembleia virtual em condomínios é tendência.

Administração de Condomínios

A justificativa da “falta de tempo” para comparecer às reuniões estão sendo contornadas com a ajuda da tecnologia e da internet

O desenvolvimento da comunicação em rede e a popularização de aparelhos eletrônicos versáteis como smartphone, tablet e computadores portáteis têm sido dois fatores que estão colaborando positivamente para a gestão de condomínios residenciais e empresariais Brasil afora.

Aquelas cenas de filme de ficção em que mostravam pessoas se comunicando remotamente, isto é, à distância por meio de equipamentos já é uma realidade e pode ser usada a favor do condomínio! As assembleias virtuais são uma nova tendência que tem tudo para ganhar cada vez mais adeptos.

Todo síndico que já teve de convocar assembleia para deliberar sobre algo importante sabe a complicação que pode se tornar essa tarefa. É muito difícil, sobretudo nas grandes cidades, conseguir boa frequência nas reuniões. Se a pauta necessita de um quórum específico para ser aprovada, é pior. Muitas decisões ficam suspensas por falta de gente para votá-la.

Queixa – As justificativas geralmente são falta de tempo, ou mesmo interesse, para ir à assembleia. Outra queixa é a falta de objetividade nos encontros presenciais que muitas vezes terminam tendo seu foco desviado para o debate de questões secundárias. São justamente essas desculpas que podem ser rebatidas com a estratégia da assembleia virtual. Quem já experimentou garante que a novidade ajuda a elevar a participação dos condôminos.

Há no mercado vários softwares voltados para a gestão de condomínios que já possuem um mecanismo especial para a realização de assembleias virtuais. Consiste numa plataforma virtual, à qual o usuário acessa com seus dados pessoais. Lá é possível encontrar fóruns de debate com os itens da pauta a ser discutida.

Prazo – As “salas” de discussões ficam abertas por um prazo pré-determinado e durante esse tempo o condômino pode avaliar documentos, dar sugestões ou tirar dúvidas com o síndico. Ao término desse período, o participante recebe notificação para dar seu voto. A plataforma virtual possui ferramentas que garantem a legitimidade desse voto e que ele só possa ser concedido uma única vez.

O síndico Manoel Silva, morador de um condomínio em São Paulo, aprova a estratégia, mas faz ressalvas. “Implementamos a assembleia virtual há um ano e os frutos foram positivos, pois a participação e engajamento geral nas discussões do condomínio cresceram uns 50%. Percebo que as pessoas se sentem mais a vontade para escrever suas ideias do que para falar e outro ponto positivo é que a pessoa acessa quando tem tempo livre a qualquer hora do dia. No entanto, não aconselho usar a ferramenta para decisões muito importantes como eleição de síndico. Embora a tecnologia ajude, ainda precisamos do contato pessoal para manter as relações e estabelecer vínculos de confiança”, argumenta.

Fonte: Jornal do síndico