Carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

Fique por dentro

Há mais de 10 anos superando expectativas...

Solicite sua proposta

Corrupção em condomínios

Administração de Condomínios

Isto acontece devido a sua ausência, pois sem fiscalização o meliante se apropria do seu dinheiro

O Síndico é o personagem principal deste esquema criminoso, mas delito desta natureza não se pratica sozinho. Ele precisa de sua permissão, é você que facilita as irregularidades que acontece em seu condomínio. Sim, é você e não o outro.

A sua fiscalização na administração vai diminuir em muito as ações ilegais, e como resultado vai aparecer mais serviços e consequentemente o valor da taxa de condomínio vai diminuir. 
 
Estamos acostumados a reclamar que a corrupção não acaba, que ela é cultural. Não acredito nisso, o que existe é uma cultura da preguiça em observar as normas e participar das assembleias ordinárias e extraordinárias quando formos convocados.
 
Este tipo de criminoso não pratica sozinho, precisa de ajudantes, geralmente são os que defendem a administração toda vez que você faz qualquer crítica mais contundente. Cuidado, pois eles (es/as) estão de alguma maneira tirando vantagens diretas ou indiretas.
 
Caso você não saiba, em qualquer momento, proprietário, ou inquilino com procuração adequado do proprietário do imóvel alugado, pode solicitar documentos na administração do seu condomínio.
 
Ler a Convenção e o Regimento Interno do seu condomínio, é o primeiro passo para acabar com sua alienação às normas internas do lugar onde você vive.
 
Exigir transparência com site criado para atender as necessidades do condomínio, é outro ponto necessário para acabar com a “invisibilidade” que possa atacar seu dinheiro.
 
Nele, deve constar todos os contratos que o condomínio tenha e seus devidos fornecedores. Identificação de todos os moradores, prestações de contas com documentos em PDF, balancetes mensais, identificação com fotos de funcionários internos, cópias da Convenção e do Regimento Interno, identificação das garagens por apartamento, cópias de Atas de assembleias anteriores, previsão orçamentária anual, relação de todos os fornecedores/prestadores de serviços, entre outros. Esse portal da transparência é outro passo para evitar transtornos futuro.
 
Acordos mafiosos podem ocorrer nos contratos de compras de mercadorias, equipamentos e serviços. As notas podem vir superfaturadas, com produtos entregues pela metade, ou mesmo inexistentes. Minimizar estas falcatruas é a meta e, escolher certo o nosso representante é o objetivo final.
 
O representante deve ser pessoa ilibada, proba e os tempos atuais pede como no serviço público, a Ficha Limpa. Aquele candidato que não tenha cometido nenhum crime contra o erário coletivo, que apresente no período eleitoral certidões negativas que comprove sua honestidade. Eleger pessoas condenadas é se arrepender depois, aguentando possíveis roubos durante o mandato.
 
Planilhas de Excel, PowerPoint bem trabalhadas e com orador eloquente, leva ao delírio qualquer plateia. Exigir a prestação de contas para simples conferência tem que ser um ato continuo se tivermos dúvidas sobre algo.
 
Ter uma administração mais técnica e menos política, é um outro olhar sobre como administrar um condomínio e pressupõe um Síndico Profissional. Um trabalhador com gabarito para tal função, que seja contratado para exercer por tempo indeterminado dentro do condomínio, mas reavaliado de tempos em tempos e fiscalizado por um Conselho eleito para isso.
 
Sua presença vai com certeza diminuir as batalhas dos subgrupos existentes, fazendo com que se exerça o que mais se deve ter em um condomínio paz entre os vizinhos.  
 
O síndico morador/condômino geralmente pertence a alguma facção/grupo do condomínio, pode ter interesses particulares, em detrimento do coletivo, tende a favorecer seu grupo de apoio, e acaba sendo uma administração mais política e menos técnica. 
 
Por último, desfavorece a maioria dos moradores que não aparece em assembleia, por saber da partidarização da administração.
 
Fonte: Síndico news