Carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

Fique por dentro

Há mais de 10 anos superando expectativas...

Solicite sua proposta

Grafite dá um novo colorido a prédios abandonados em Criciúma.

Administração de Condomínios

Prédios abandonados e espaços de uso coletivo estão ganhando uma nova cara com a ação de artistas de rua.

Prédios abandonados e espaços de uso coletivo estão ganhando uma nova cara com a ação de artistas de rua. O “Coletivo Dedo Sujo” surgiu com a necessidade de fortalecer um grupo de amigos que se identificavam com o grafite. A proposta, que surgiu em 2012 em Criciúma, veio para fortalecer a cena do grafite na cidade de Criciúma.

Precursor da arte, Ricardo Bernardo, o Herok, 26 anos, é um dos mais conhecidos artistas de rua da região. “Tudo começou quando tinha 13 anos em uma viagem a Portugal, um dos países com maior influência no grafite. Isso despertou o meu interesse por esse tipo de arte”, ressaltou.

A união do grupo serviu para fortalecer a arte do grafite em Criciúma e levar isso para o restante do estado.

O grupo é formado por seis amigos. Nos trabalhos de rua é possível identificar quatro assinaturas. Além de Herok, participam das intervenções Maicon Borges, o 4Got, Dani, a Shery e Marcelo Donato. “Há dois anos comecei com o grafite e sou especializado na categoria de letras”, informou Marcelo.

Fonte: Portal Satc