Carregando

Aguarde por gentileza.
Isso pode levar alguns minutos...

Fique por dentro

Há mais de 10 anos superando expectativas...

Solicite sua proposta

Pintura deve ser planejada.

Administração de Condomínios

De três a cinco anos: este é o tempo recomendado para fazer a manutenção da pintura do edifício. Para valorizar o condomínio, é preciso planejamento e investimento em material de qualidade na hora de renovar as cores da fachada.

No condomínio residencial Santorini Park, em Criciúma, a revitalização da pintura foi um consenso entre os moradores, que estavam preparados para conservar o bom aspecto do imóvel. A síndica Renata Damiani, há oito meses atuando na função, lembra que desde a gestão anterior o condomínio estava se preparando para ter um bom valor em caixa. “No começo do ano fizemos uma reunião sobre o tema e tivemos a aprovação dos moradores. Fizemos três orçamentos e nos preparamos para contratar a empresa que melhor negociou. Deu tudo certo”, conta a síndica.

Antes do início do serviço, uma parte importante foi a comunicação interna entre os moradores. “Colocamos um comunicado e entregamos uma carta explicando quando seria realizado o trabalho, para que todos estivessem preparados”, destaca. Renata lembra também que o condomínio escolheu a marca dos produtos que seriam usados, e a empresa prestadora do serviço auxiliou na escolha das cores, fazendo provas.

“Primeiro eles lavaram o prédio,depois cuidaram das rachaduras e em seguida fizeram a pintura. Ao todo, foram menos de dois meses de trabalho, com muita eficiência e agilidade”, comenta.

A dica da síndica é, na hora de escolher a empresa prestadora de serviço, optar por aquela que tem melhor conhecimento sobre o assunto e que possa dar assistência e garantias necessárias para um serviço de confiança. “É importante procurar empresas que dão suporte”, diz Renata.

Dicas

Manter o aspecto de um prédio bem cuidado é fundamental para a valorização do imóvel. Nesse sentido, a recomendação é renovar a pintura em um período de tempo de três a cinco anos, no máximo. Segundo Alexandre Dagostin, diretor de uma construtora da região, é importante trabalhar com tintas de qualidade, de primeira linha, e usar todos os complementos e tintas da mesma marca, para poder ter a garantia de fábrica. “Materiais como massa corrida, massa acrílica, fundo preparador e selador devem ser do mesmo fabricante”, explica.

No sul catarinense, esta é uma época propícia para a pintura predial. “É melhor quando o tempo está mais seco”, afirma Dagostin. Na região, a pintura pode ficar exposta aos resíduos da extração de carvão e à poeira. “Esses fatores agridem um pouco mais a pintura. Por isso, é importante o síndico e os moradores elaborarem um cronograma de obras”, declara.

Estar atento aos reparos é um ato importante tanto por parte do síndico quanto dos moradores, que devem contribuir e apoiar obras de conservação nos seus edifícios. “É importante a consciência de fazer ações preventivas. Na prática, deveria funcionar sempre assim: com manutenção periódica para custar menos, visto que o certo é diminuir custos”, explica. Dagostin destaca que alguns prédios já estão tomando essa linha de raciocínio. “Inclusive, alguns condomínios já contratam engenheiros assim que a construtora entrega o prédio, e esses profissionais fazem um laudo que indica a manutenção preventiva”, completa. Dagostin lembra também que, além da pintura, é preciso fazer manutenção da parte elétrica, hidráulica, do revestimento de fachada e dos pisos, inclusive para ter a garantia efetiva da construtora.

Fonte: Jornal do condomínio sc